Na ultima semana estive em um evento em SP e participei de uma discussão muito interessante, gostaria agora de saber a opinião de vocês sobre a construção de um framework de desenvolvimento.
No evento existiram duas linhas, uma seguia o rumo da produtividade e padronização, outra linha seguia no rumo do custo de desenvolvimento e manutenção de um framework, bem como o custo de evolução do framework para atender as inovações tecnológicas, alem de necessitar de uma equipe para manter o framework em suas diversas versões.
Vamos tentar aqui contribuir com esta discussão, tentando também pensar no cenário de software house e empresas que o fim não é TI.
Agradeço a contribuição.

Exibições: 62

Respostas a este tópico

Na última empresa em que trabalhei, tive a oportunidade de trabalhar neste cenário - uma empresa que possui um framework. Posso dizer que praticamente so existem ganhos.

Certamente ganhamos em produtividade, padronização de código, entre outros ganhos, mas é fato que é um processo complexo para se chegar a um nível aceitável de um framework e também sua manutenção.

Em minha opinião, antes de mais nada, uma empresa deve possuir um framework. Porém a teoria é bem diferente da prática. O que vejo e já presenciei nas empersas é que a necessidade de um projeto de padronização é criada depois de várias experiências de "reinvenção de roda" e em um momento onde o caos toma conta de determinado projeto.

Sabemos que o que move as Softwares Houses são os novos projetos e também a evolução dos projetos já existentes. Criar e manter um framework leva tempo e também um bom investimento financeiro. Praticamente soa como uma mudança cultural por meio da equipe que além de utilizar tal ferramenta, deve contribuir para que a evolução e os ganhos seja, contínuos.

Ainda existem algumas resistências das empresas em utilizar esse paradigma e também dos próprios profissionais que acham que haverá perda de conhecimento, entre outras desvantagens.

Posso afirmar que os Frameworks são muito bem vindos em uma empresa por todas as questões citadas e é claro, não existe um modelo para todos os casos é ai que vale pensar: "O que ja fizemos, o que pode ser padronizado? E como extender?".

Hoje com tanta mudança tecnológica os frameworks também não podem caminhar para um padrão fechado. Deve-se levar em conta muitas questões, mas até onde as empresas estão dispostas a verdadeiramente pensar em soluções robustas que podem ajudar a elas mesmas ao invés de so pensar em faturar?

Obrigado
Trabalhei com empresas desenvolvedoras deste tipo de produto, e foi muito interessante, implantamos em Portos ( analise de containers), lojas de varejos atraves de um parceiro que desenvolveu aplicações para esta vertical.

É interesasnte se for replicar as atividades com vários usuários.

Abraços.

RSS

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Adriano Tavares.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço