Os 10 piores erros clássicos do desenvolvimento de software

Steve McConnell no seu livro Rapid Development (1996) publicou os 10 piores erros clássicos do desenvolvimento de software. A lista é uma compilação de práticas ineficientes que podem trazer resultados ruins em projetos de desenvolvimento de software. A versão que coloco aqui é uma tradução do resultado da atualização feita em 2008.

Os 10 piores erros clássicos do desenvolvimento de software

  1. Expectativas irrealistas
  2. Cronogramas excessivamente otimistas
  3. Corte de atividades de garantia da qualidade
  4. Pensamento positivo exagerado (Wishful Thinking)
  5. Confundir estimativas com metas
  6. Multitarefa Excessiva
  7. Escopo arrastado (Feature Creep)
  8. Escritórios lotados e barulhentos
  9. Abandono do planejamento quando sob pressão
  10. Gestão de riscos insuficiente

Para uma lista mais completa de erros clássicos acesse: http://www.stevemcconnell.com/rdenum.htm

de Pangea, Adriano.

Fonte: http://www.construx.com/Page.aspx?hid=2537

Exibições: 133

Comentar

Você precisa ser um membro de PanGea para adicionar comentários!

Entrar em PanGea

Comentário de Bruno Leite em 19 agosto 2010 às 23:37
Bom, já passei por boa parte dessas má práticas, creio que o "heroi" que se encontra na lista original, também é um grande mal pra organização, não só pro(s) projeto(s).
Já virei gargalo de um projeto tb, considerando o item 6, de multitarefa excessiva, onde eu estava cuidando da modelagem do banco, da carga do ldap para segurança, de revisões de casos de uso e implementação.
Um erro muito comum também é a falta de preparação da equipe, e um erro muito pior é a falta de entrosamento da equipe, acho q poucas empresas se preocupam com isso, colocam várias pessoas juntas sem se preocupar se o perfil delas são parecidos ou se o conhecimento é nivelado.
Um ponto fraco que vejo também, e que nem todos podem concordar cmg, é o "excesso" de qualidade no projeto, calma que irei explicar... uma coisa que eu vejo, é que boa parte do tempo de um projeto é gasto produzindo artefatos para cmmi ou mps-br, e tais artefatos não geram valor para a equipe ou cliente (a metodologia ágil aborda sobre isso). Em um projeto onde estou participando, existe uma rigorosa QA de código, com checkstyle, pmd, find bug, padrões de codificação e por aí vai... porém os prazos são muito apertados, então acho que acaba atrapalhando, pois isso não se encaixa no cronograma, creio que achar um balanço ideal disso seria importante, se o cliente quer uma QA rigorosa, deveria ter prazo para isso, mas como não tem prazo, deveria ter menos QA, a conclusão disso é q os programadores do projeto estão viciados em remover o erro da ferramenta com 'macetes' e não se preocupam em seguir boas práticas.
Comentário de Leonardo Cruz em 16 agosto 2010 às 12:00
Eu adicionaria mais um item - Ignorar a lista dos piores erros, projeto após projeto.
Comentário de Ricardo Bandeira em 13 agosto 2010 às 19:09
Que isso ! O.o
Nunca vivênciei nenhum desses erros ! Acredito que posso ser considerado um cara de sorte .
Comentário de Luis Roberto Vieira em 13 agosto 2010 às 14:33
Concordo com o Fabricio "Escritórios lotados e barulhentos" para mim também é o pior.
Comentário de Marcio Palheta em 13 agosto 2010 às 13:18
Principalmente o item 5 "Confundir estimativas com metas". Às vezes precisamos passar estimativas de tempo para os gerentes de projetos, mas eles assumem como sendo o planejamento concreto ou algo do tipo.
Comentário de Jose Elvano Moraes em 13 agosto 2010 às 12:34
Pra mim, o mais difícil é o número um, pois depende de experiência.... por mais que se estude, tentativa e erro é inevitável...
Comentário de Fabricio Piccinin de Souza em 13 agosto 2010 às 12:18
"Escritórios lotados e barulhentos", pra mim, esse é o pior!!!
Comentário de Joao Roberto Velozo em 13 agosto 2010 às 12:09
To sentindo isso na pele....
Comentário de Thiago Varjão em 13 agosto 2010 às 11:49
Verdade!!!

Evento TDC2016

Badge

Carregando...

© 2017   Criado por Adriano Tavares.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço